Resenha de “Mixórdia de Temáticas: Série Lobato” (Ricardo Araújo Pereira)

Comecei este ano viajando por Portugal. E, como sempre que viajo, comprei alguns livros que não conseguiria encontrar de outra maneira, já que, morando na Alemanha, é mais difícil encontrar livros noutros idiomas (especialmente Português). Não digo que seja impossível, mas é mais difícil e mais caro, com certeza. Sou fã de Ricardo Araújo Pereira e, como ele publica algo novo todos os anos, em todas as visitas a Portugal trago algo dele debaixo do braço. Neste caso, mais um resumo de “mixórdias”.

A minha principal crítica à literatura portuguesa, ou melhor, à indústria literária em Portugal, é a de que os livros são todos muito caros – suponho que isto dificulta bastante o alcance do público em geral a esta forma de cultura e arte. O que eu acho positivo é que os leitores sempre encontram uma maneira, e há sempre muitas feiras de livros usados ​​nas feiras ou nas ruas, nas quais se pode comprar volumes, em alguns anos, a um décimo do preço original. Existem também muitas livrarias com secções de usados (ou, na zona histórica de cada cidade, alfarrabistas), nas quais se pode obter livros por um preço mais baixo – esses lugares costumam ser muito pitorescos e vale a pena uma visita, ainda que seja só para passear um pouco, perdido entre esses volumes antigos, sentindo o cheiro a papel e a humidade.

“Infelizmente”, os livros de Ricardo Araújo Pereira são relativamente novos (os que comprei tinham visto a luz há apenas alguns meses) e, portanto, bastante caros. Mas ok, durante as férias dou-me quase sempre a este tipo de luxos e comprei dois: “Mixórdia de Temáticas: Série Lobato” e “Estar vivo Aleija”. Neste post, gostaria de falar sobre o livro das Mixórdias, noutro falarei sobre “Estar vivo Aleija”.

Se não conhecem o autor, Ricardo Araújo Pereira, deixo o link da Wikipedia com sua biografia aqui: https://en.wikipedia.org/wiki/Ricardo_Ara%C3%BAjo_Pereira

Sobre o que é o livro? O que é uma mixórdia? Para benefício dos leitores que não sejam portugueses (não poderia acreditar que um português não saiba quem é o autor e o que faz/escreve), tentarei responder a essas perguntas abaixo. Ricardo Araújo Pereira aparece como convidado diário na Rádio Comercial, uma estação de rádio bastante conhecida em Portugal, onde faz um pequeno programa matinal chamado “Mixórdia de Temáticas”, que seria como uma “mistura de temas”. Todos os dias, Ricardo fala sobre um assunto diferente, com um tom de humor, e os sketches não duram mais de cinco minutos cada um. Os sketches, cheios de humor observacional, são normalmente realizados por Ricardo, ajudado pelos outros locutores do programa, que se faz passar por personagens diferentes, imitando vozes e, acima de tudo, sotaques, principalmente do Norte de Portugal. Alguns são tão divertidos que as frases permaneceram na cultura popular e são usadas para ilustrar certas situações quotidianas.

Mixórdia de Temáticas: Série Lobato” tem esse nome porque, todos os anos, Ricardo dá um nome diferente à sua série e, por conseguinte, um sobrenome diferente às suas personagens: Samuel Lobato, prof. Ferreira Lobato, Amândio Lobato, Juvenal Lobato, etc.

Este livro, como outros do mesmo estilo, é composto pelos textos ou scripts de cada uma das suas mixórdias diárias. Claramente, não é o mesmo lê-los que ouvi-los ou vê-los (porque o Rádio Comercial agora também disponibiliza os vídeos das gravações da rádio na sua página), mas são textos muito engraçados de qualquer maneira.

Aqui está o link para a página do programa na Rádio Comercial, para quem queira conhecer Ricardo Araújo Pereira e a rúbrica: https://radiocomercial.iol.pt/videos/mixordia-de-tematicas

Comentário final: adoro Ricardo Araujo Pereira e adoro o seu tipo de humor. Não vou negar que de cada cinco sketches há apenas um que é ouro puro, mas os outros, ao longo do caminho, também são muito divertidos. No entanto, aqueles que são ouro puro podem-me fazer rir uma semana inteira. Altamente recomendado para quem conhece algo da cultura de Portugal ou tem alguma ligação com o país, como é o meu caso (às vezes sinto que tenho uma relação matromonial com o próprio Portugal e náo uma portuguesita de 1,62m).

Citação do livro:Futuramente, quando a humanidade tiver colonizado outros planetas, vai dar jeito a minha especialização em furto de galinhas.” O Jedi de Fafe.

Continuem sempre a ler,

GG Klimt

Perguntas para responder nos comentários:
Já leram algum livro de Ricardo Araújo Pereira? E, em particular, leram “Mixórdia de Temáticas: Série Lobato”? Gostaram? Concordam com o meu comentário final sobre o livro? Já leram algum livro semelhante do mesmo género que gostariam de recomendar? Por favor, respondam a estas perguntas na secção de comentários.

Responder

Por favor, inicia sesión con uno de estos métodos para publicar tu comentario:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión /  Cambiar )

Google photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google. Cerrar sesión /  Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión /  Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión /  Cambiar )

Conectando a %s